Fumar durante a gravidez aumenta o risco de sintomas psicóticos nos filhos adolescentes

Fumar durante a gravidez aumenta o risco de sintomas psicóticos nos filhos adolescentes
Partillhar

As mães que fumam durante a gravidez aumentam o risco de os filhos desenvolverem sintomas psicóticos na adolescência, isto segundo um estudo da universidade de Cardiff no Reino Unido que foi publicado na revista British Journal of Psychiatry.

No te puedes perder ...

Fome e desejos saudáveis durante a gravidez

Fome e desejos saudáveis durante a gravidez

Sim, é possível!

A principal regra de alimentação durante a gravidez não é mais do que seguir uma dieta equilibrada. Isto significa que deve incluir no seu menu diário uma grande quantidade de frutas e verduras, hidratos de carbono, fibra, proteínas e muitos líquidos. No entanto, nem tudo é assim tão simples, especialmente com as hormonas prontas a fazer das suas ao menor descuido e com os comuns desejos de uma gravida que fazem com que nunca esteja na completa e perfeita pirâmide nutricional.

A investigação mostra um vínculo entre o consumo de tabaco e os sintomas psicóticos. Os autores observaram um efeito dose-resposta, o que significa que o risco de sintomas psicóticos era maior nas crianças cujas mães fumaram mais intensivamente durante a gravidez.

O estudo também examinou se o consumo de álcool e de cannabis durante a gravidez estava associado a um maior risco de sintomas psicóticos. Beber álcool durante a gravidez associou-se ao aumento dos sintomas psicóticos mas apenas nas crianças de mães que beberam mais de 21 unidades de álcool por semana ao inicio da gravidez. Foram poucas as mães no estudo que afirmaram ter fumado cannabis durante a gravidez e não se descobriu nenhuma associação com sintomas psicóticos.

São desconhecidas as razões do vínculo entre o tabagismo materno e os sintomas psicóticos, mas os investigadores sugerem que a exposição do tabaco no útero poderá ter um impacto indirecto ao afectar a impulsividade, a atenção ou a cognição das crianças.



Fecha de actualización: 23-10-2009

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>