Mesmo em tempo de crise aumentou o número de bebés registados em Portugal no ano de 2010!

Mesmo em tempo de crise aumentou o número de bebés registados em Portugal no ano de 2010!
Partillhar

Apesar da crise e do medo que os casais hoje em dia têm de aumentar a família, o que é certo é que contra todas as expectativas o número de nascimentos aumentou em Portugal no ano de 2010. Nasceram aproximadamente 102 mil crianças, um número que supera o ano de 2009 com mais 1986 nascimentos.

No te puedes perder ...

As primeiras amizades das crianças!

As primeiras amizades das crianças!

Actualmente, com a iniciação escolar cada vez mais cedo das crianças, acelera-se o processo de socialização. Entendendo este conceito como o desenvolvimento da autonomia pessoal e da aprendizagem de compartilhar com os outros, surgem as primeiras amizades do seu filho. As crianças, ao chegarem ao Jardim de Infância ou à escola, aprendem a partilhar um espaço (a sala de aula, o recreio, o refeitório, etc.), os objectos e os professores. Dessa forma, até aos dois anos a maioria das crianças já começaram a ter os seus primeiros amigos e os seus primeiros amores de infância.

Vários estudos mostram que são muitos os factores que actualmente levam os casais a adiarem uma gravidez: falta de tempo, vida profissional preenchida, mas, acima de tudo, o medo da falta de recursos para se criar uma criança.

No entanto, esse medo não foi suficiente para superar o medo que muitos pais têm de adiar cada vez mais uma gravidez. Segundo vários especialistas este aumento de nascimentos em 2010 deve-se essencialmente a esse factor: muitos dos casais que esperavam por melhores condições financeiras para terem um bebé decidiram que não iam adiar mais, pois não se sabem até que ponto teriam de adiar ter um filho se esperassem por melhores condições financeiras e, de certa forma, sociais.

De acordo com os dados do Ministério da Justiça os registos correspondem a 52 177 rapazes e 50 466 raparigas, o que dá um total de 102 643 bebés registados no ano passado em Portugal.



Fecha de actualización: 12-01-2011

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>