O Natal resiste à crise?

O Natal resiste à crise?
Partillhar

Apesar de algumas festas “importadas”, como o Halloween, irem ganhando terreno no nosso país, as de “toda a vida” continuam a gozar de boa saúde. Vários estudos realizados recentemente revelam que o Natal não tende a perder a tradição e que, mesmo apesar da crise, os gastos com as prendas continuam elevados nesta altura.

Se há crise, por vezes não se nota

De acordo com algumas estatísticas a maior parte das famílias portuguesas admitem que este ano irão poupar dinheiro nos presentes de Natal. O que é certo é que os números continuam elevados quando se fazem cálculos em relação àquilo que se gastou no ano anterior.

A crise bateu à porta dos portugueses, no entanto, o Natal é uma tradição que “toca” no bolso dos portugueses sem que estes se “apercebam” dos gastos elevados que estão a fazer e que os mesmos, depois de passar o Natal, podiam fazer toda a diferença. Pagamentos a prestações, créditos e dívidas é o que resta de um Natal em muitas famílias portuguesas. As comemorações natalícias estão totalmente enraizadas na nossa sociedade, mas uma coisa é certa: o consumismo nesta época é cada vez mais forte e os portugueses, como muitos outros, por vezes não olhem a meios para conseguirem uma prenda que era tão desejada pelos seus filhos.

Oito anos, a idade de adeus ao Pai Natal

Com que idade é que os nosso filhos descobrem quem é que lhes deixa as prendas debaixo da árvore? Aos sete anos já quase 40% das crianças descobriram que o Pai Natal não existe. No entanto, apenas cerca de 25% assume essa descoberta.

No te puedes perder ...

Sinta-se bonita

Sinta-se bonita

Está grávida! É um momento maravilhoso, e muito esperado. Nós ajudamos-lhe a vivê-lo melhor com alguns conselhos para ocupar-se de si mesma e mimar-se um pouco. Assim será uma mamã radiante em plena forma. 

A idade média com que as crianças conhecem a verdade está por volta dos 8 anos. Nesta idade cerca de 70% das crianças já estão conscientes disso. Contudo, pode passar um pouco dos 8 anos até que as crianças assumam que sabem toda a verdade.

Aos 9 anos 85% das crianças já conhecem a verdade (mas apenas 75% o admitem); finalmente, aos 10 anos todas as crianças têm consciência de que quem lhes deixa as prendas debaixo da árvore são os pais.


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×
*/?>