Uma gravidez sem varizes!

Uma gravidez sem varizes!
Partillhar

Uma gravidez implica imensas mudanças no corpo da futura mamã. Um dos efeitos secundários, um dos mais anti-estéticos, é a possível aparição de varizes. O que necessita saber para as prevenir?

No te puedes perder ...

Desenvolvimento infantil: aprender a ler mapas

Desenvolvimento infantil: aprender a ler mapas

Os mapas são uma das ferramentas mais úteis para as pessoas. Todos nós lhes devemos muito pois graças a eles conseguimos chegar a diversos sítios. Muitos exploradores traçaram novas rotas e descobriram novos mundos graças à ajuda dos mapas. Os piratas também os seguiram para encontrar tesouros escondidos. O sentido de aventura, o descobrimento e as viagens são inatos aos mapas. Dessa forma, ler um mapa é uma habilidade que as crianças anseiam ter.


 

O que são as varizes?
São dilatações das veias causadas por transtornos circulatórios ou alterações na estrutura das veias de algum órgão. Podem aparecer em qualquer parte do corpo mas as mais frequentes são as das pernas, já que estas veias devem fazer circular o sangue para o coração contra a lei da gravidade.
De uma forma geral, o problema provocado pelas varizes é meramente estético, mas se não se tratam podem dar a sensação de pernas pesadas, comichão e inclusive dores fortes.
Porque aparecem durante a gravidez?
A gravidez é uma época especialmente propícia para a formação de varizes, especialmente no terceiro trimestre. No entanto em raras ocasiões estas chegam a gerar complicações sérias e o normal é que desapareçam 3 meses depois do parto.
Existem razões de diferente índole que causam a sua aparição: Durante a gestação, o útero materno exerce uma pressão que dificulta a correcta circulação nas veias abdominais, ao mesmo tempo que o aumento de peso impede a das pernas. Por outra parte, as múltiplas mudanças hormonais que acontecem durante este período, como a segregação de progesterona pelos ovários e pela placenta, diminuem a elasticidade da pele.
Além dos motivos próprios da gravidez, existem outros factores como a predisposição genética; a idade da grávida e alguns trabalhos que obrigam a permanecer demasiado tempo de pé, o que também dificulta a correcta circulação sanguínea nas pernas.
Como as prevenir?
Tome nota destes conselhos simples...
-Não utilize roupa apertada, e evite os sapatos com muito salto ou demasiado planos. Sobretudo, é muito importante que se ajustem ao tamanho dos seus pés, que costuma variar durante os meses da gravidez. Use um calçado adequado para este período tão delicado da sua vida.
-Utilize meias especiais para grávidas até que passem uns meses depois de dar à luz.
-Afaste-se de qualquer fonte de calor, especialmente a nível das pernas (o aquecimento do carro, caloríficos, etc.) já que favorecem a dilatação das veias.
-Alterne os jorros de água fria e morna no duche e, se opta por banho de imersão, evite permanecer demasiado tempo em água quente.
-Durma com as pernas acima do nível da cabeça para favorecer a circulação.
-Não permaneça muito tempo de pé ou sentada com as pernas cruzadas. Tente descansar com as pernas elevadas sempre que lhe seja possível.
-Faça os exercícios de ginástica recomendados para as mulheres grávidas, como andar durante meia hora por dia.
-Mantenha a pele hidratada e beba uns dois litros de água por dia.
-Se sente que lhe doem as pernas, então não hesite em ir ao seu médico.



Fecha de actualización: 18-06-2008

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>