Tratamentos de fertilidade. Espera-se demasiado?

Tratamentos de fertilidade. Espera-se demasiado?
Partillhar

Cerca de 80 milhões de casais em todo o mundo sofrem de problemas de fertilidade e existe cada vez mais informação sobre estes problemas e sobre os tratamentos para ultrapassá-los, bem como sobre a importância da idade da mulher e do importante que é para elas poderem receber tratamento o quanto antes, já que o factor “tempo” é decisivo para conseguir o êxito.

No te puedes perder ...

Concha de la Torre

Concha de la Torre

“Criar e formar um ser humano é um trabalho do mais complexo para o qual não nos preparamos como devíamos. Temos 9 meses de gravidez que deveriam ser a “universidade” para se ter um filho”.

De facto, o resultado de uma entrevista realizada a mulheres com dificuldades para conceber de quatro países diferentes (Alemanha, Itália, França e Espanha) revela que cerca de 81% das mulheres que finalmente recorrem a um especialista desejavam tê-lo feito antes.

Dessa forma, a sondagem assinala que as mulheres com mais de 35 anos com problemas de fertilidade esperam quase três vezes mais tempo do que o recomendado antes de recorrerem a um especialista à procura de ajuda.

“A maioria das mulheres conhecem o vínculo entre idade e fertilidade, embora não assumam que a partir dos 35 anos a sua capacidade reprodutiva diminui. Os casais devem consultar um especialista no momento em que suspeitem ter dificuldades para conceberem para assim aumentarem as possibilidades de conseguirem uma gravidez com êxito” afirma o Dr. Keith Gordon. “Apesar de alguns estudos mostrarem que um em cada seis casais europeus tem dificuldades para conceber, os pacientes afirmam frequentemente que nunca pensaram que isso acontece com eles”.


0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×
*/?>