Não consigo ficar grávida!

Não consigo ficar grávida!
Partillhar

Muitas vezes a gravidez tarda em chegar e o desespero entra na vida de um casal. Mesmo que não tenham problemas de fertilidade nem sempre é fácil que uma mulher fique grávida e quanto mais tempo passa mais difícil se torna. Estas situações chegam a afectar as relações pessoais ou o trabalho, já que tentar ter um filho acaba convertendo-se numa obsessão. Por isso, convém ir tentando com calma e descartar possíveis problemas de infertilidade, pois se a saúde permitir mais cedo ou mais tarde vão ter o vosso bebé.

Porque demora tanto?

Em média as mulheres demoram seis meses a ficarem grávidas. Existem casais que depois de uma ou duas tentativas conseguem conceber uma gravidez, mas outros demoram muito mais tempo. A fronteira do ano é o limite antes de pensar que podem existir problemas que a impedem de ficar grávida.

A primeira coisa a fazer é submeter-se a um estudo médico de fertilidade, tanto a mulher como o homem, para determinar se o problema é físico. Se assim for, o especialista decidirá o tratamento necessário para que consiga ficar grávida.

As causas da infertilidade são múltiplas: transtornos do esperma, anomalias dos cromossomas, problemas na ovulação ou alterações no aparelho reprodutor. A solução será distinta para cada dificuldade. Hoje existem muitas opções: ovulação induzida, inseminação artificial, fecundação in vitro, etc.

No te puedes perder ...

Sintomas da ovulação

Sintomas da ovulação

Para saber quais são os teus dias férteis e aumentar tuas possibilidades de gravidez, deves saber quais são os sintomas que indicam que estás ovulando e, assim, manter relaçoes sexuais naqueles dias. Outra possibilidade é calcular a curva de temperatura, o muco cervical muda, as variações no organismo feminino ... Ou comprar-lhe testes de ovulação que calculam o momento exato em que deves manter relaçoes para ter mais possibilidades de conseguir uma gravidez

Contudo, nem sempre se trata de um problema de fertilidade. Muitas vezes o stress, os nervos, a idade (quanto maior for mais difícil será), entre outros, fazem com que custe muito mais a uma mulher ficar grávida. Dessa forma, é imprescindível realizar-se um exame médico antes de começar a tentar engravidar para descartar, desde o primeiro momento, problemas de fertilidade e para ganhar tempo.

Possibilidades de conseguir uma gravidez no primeiro ano de tentativas

Em 3 meses       60%

Em 6 meses       75%

Em 9 meses       80%

Em 12 meses     90%

Estas percentagens baseiam-se num estudo feito por uma Faculdade de Ciências do Canadá. Durante esse primeiro ano quanto mais tentar mais possibilidades de ficar grávida terá. No entanto, se chegar ao fim desse período e não estiver grávida pode significar que existe algum problema e que deve procurar um especialista.

Começa o desespero…

Os meses vão passando e a situação torna-se cada vez mais frustrante e desesperante.

Desespero, dúvidas, tristeza … sentimentos distintos invadem a sua cabeça. De acordo com Sonia Macías (psicóloga) “Não se deve generalizar. Cada pessoa é um mundo. Depende do tempo, dos tratamentos que teve, das esperanças dadas pelos médicos, etc. O normal, sobretudo nos casos que levam muito tempo a tentar, é que os sentimentos sejam de desespero, falta de esperança, redução da auto-estima, depressão, etc.

Problemas do Casal

Uma das maiores dificuldades a enfrentar é a deteorização do casamento. A espera pode criar vários conflitos entre o casal. E quanto pior for a relação, mais stress, mais nervos, mais discussões e mais difícil será ficar grávida. Torna-se num ciclo vicioso do qual pode custar muito a sair.

Conselhos

- Para evitar que a espera prejudique a relação entre o casal, é necessário que exista muita comunicação.

- Não deve deixar de tentar, nem deixar-se vencer pelo desespero.

- Baixe o ritmo do trabalho, relaxe, altere algumas coisas para melhorar a sua qualidade de vida. Tudo o que aponte para a tranquilidade e estabilidade pode ajudar a chegar a uma gravidez.

- Dedique algum tempo ao seu marido: falem, compartilhem momentos românticos, etc. Não centre sempre a conversa numa possível gravidez em todos os bocados que estão juntos.

- Procure ajuda de um especialista. Um bom psicólogo pode ajudar o casal a enfrentar os medos.

- Valorize aquilo que tem. Este é um período de fortalecimento do casal, já que crises significam crescimento. Este processo pode ser importante para que a criança tenha uns pais unidos e fortes.

- Um fim-de-semana romântico e tranquilo pode fazer desaparecer a tensão e o stress. Para além disso, de certeza que ajudará a vossa relação de casal e quem sabe não surge uma gravidez nesse passeio?



0 Comentários

Escreva o seu comentário

iniciar sessão inscrição
×


×
×
×
*/?>