Viajar para relaxar antes da chegada do bebé!

Viajar para relaxar antes da chegada do bebé!
Partillhar

Qualquer desculpa é boa para viajar. E isso é o que devem pensar os vários casais. Muitas vezes, por detrás destas viagens está o facto de relaxarem antes da chegada da rotina das fraldas, dos biberões e dos choros durante a noite.

Se comemoraram o vosso casamento com a tradicional lua-de-mel porque não celebrar agora a vossa paternidade da mesma forma? São cada vez mais os futuros pais que o fazem. 

Viagens românticas, de relaxamento ou de aventura: são várias as formas das quais podem desfrutar de uma sensação de liberdade, a qual daqui a uns meses será, de certa forma, afectada pelas responsabilidades e exigências do novo membro da família.

Visitar uma capital europeia, viajar para algum destino paradisíaco, são experiências que se tornam muito complicadas quando se tem um filho ainda pequeno.

A experiência mostra que durante os primeiros anos de vida de um bebé, os pais têm mais receio em realizar grandes viagens. As largas horas de avião ou o clima do local são motivos mais que suficientes para não incluir certos lugares na lista de sítios a visitar, já que agora a principal preocupação é, obviamente, proteger o bebé de qualquer incómodo. Para além disso, nesse período os gastos também são maiores: alimentação, fraldas, roupa, etc. De acordo com um estudo realizado em 2006, os gastos que supõem um filho até aos dois anos podem ultrapassar os 6 mil euros anuais. É óbvio que com um bebé tudo se multiplica. 

No te puedes perder ...

A 3ª semana de gravidez

A 3ª semana de gravidez

Apesar de não saber que está grávida, o teu bebé cumpre uma semana de vida e vai continuar a crescer e a desenvolver-se. O blastócito implanta-se no endometrio e forma a placenta, já o líquido amniótico começa a juntar-se formando um saco.

Por isso, e antes que chegue esse momento, muitos casais optam por viajar para o destino com o qual sempre sonharam. As agências de viagens naturalmente que se aproveitam oferecendo magníficas propostas aos futuros pais (isto para que possam viver uma segunda lua de mel).

Para além de viajarem para um destino especial, os casais desfrutam ainda da melhor gastronomia, de tratamentos de beleza e de actividades de relaxamento (uma ideia muito sugestiva e relaxante). Nunca se esqueça que uma mãe feliz e descontraída contribui para um desenvolvimento saudável do bebé.

Algumas coisas que deve ter em conta antes de partir

Hoje em dia, na maioria dos casos, é possível que viajes grávida, no entanto, deves ter em conta alguns conselhos:

- A melhor fase da gravidez para viajar é entre as 14 e as 28 semanas. As náuseas, a sonolência e o desconforto típico do primeiro trimestre já desapareceram e o tamanho da barriga ainda não diminuiu a sua agilidade.

- Di ao teu ginecologista que vai viajar. Hemorragias, risco de um parto prematuro, antecedentes de aborto ou problemas com a placenta são alguns dos factores que podem contra-indicar uma viagem.

- Se foras viajar para um destino tropical (África, Ásia ou América Latina) informa-te previamente das medidas preventivas que deve adoptar durante e depois da viagem. Algumas vacinas requeridas quando se viaja para este tipo de destinos não estão aconselhadas a grávidas.

- Leve roupas cómodas e que deixem a pele respirar. Esteja sempre preparada para as bruscas alterações de temperatura, já que durante a gestação estará mais sensível às mesmas.



Fecha de actualización: 05-07-2007

Redacción: Irene García

TodoPapás es una web de divulgación e información. Como tal, todos los artículos son redactados y revisados concienzudamente pero es posible que puedan contener algún error o que no recojan todos los enfoques sobre una materia. Por ello, la web no sustituye una opinión o prescripción médica. Ante cualquier duda sobre tu salud o la de tu familia es recomendable acudir a una consulta médica para que pueda evaluar la situación en particular y, eventualmente, prescribir el tratamiento que sea preciso. Señalar a todos los efectos legales que la información recogida en la web podría ser incompleta, errónea o incorrecta, y en ningún caso supone ninguna relación contractual ni de ninguna índole.

×


×
×
×
*/?>